Como organizar o seu frigorífico

0
1992
views

Quando se trata de alimentação, todo o cuidado é pouco. É necessário atenção com os alimentos, desde a compra até ao consumo, sem esquecer o armazenamento. É verdade que podemos simplesmente dispor os alimentos de uma forma aleatória no frigorífico que estes se manterão conservados. No entanto, a organização do frigorífico é fundamental para a boa conservação dos alimentos e para que não haja desperdícios de energia, pois as diversas áreas do frigorífico têm diferentes temperaturas, por isso, cada tipo de alimento, de acordo com as suas características, deve ser guardado numa determinada parte do aparelho. Se tal não acontecer, os alimentos poderão sofrer alterações de textura, sabor ou aspeto ou até contaminação por microorganismos.

Defina e mantenha constantes as temperaturas do seu equipamento, pois são as temperaturas baixas que previnem o aparecimento de bactérias e micróbios que estragam a comida e, no limite, provocam doenças. Além disso, não encha demasiado o frigorífico. Para manter uma temperatura baixa e consistente, o ar precisa de circular, se tal for impedido pela acumulação de alimentos, vai gastar mais energia para manter o frio.

Existem, ainda, outras regras essenciais de utilização do seu frigorífico que deve procurar respeitar, tais como, evitar abrir e fechar a porta do frigorífico diversas vezes, de forma a manter a temperatura constante e evitar um aumento do consumo elétrico; evitar colocar alimentos quentes dentro do aparelho, já que também fará aumentar o consumo elétrico; manter todos os alimentos bem acondicionados e fechados, de forma a evitar alterações de sabor ou odores indesejados dentro do aparelho; não colocar embalagens de cartão, como as dos iogurtes e dos ovos, pois este material propicia a proliferação de bactérias.

Passemos, assim, à melhor forma de conservar os seus alimentos, começando pelas prateleiras superiores, passando pelas intermédias, inferiores, gavetas e, por fim, as portas:

Produtos de charcutaria / salsicharia – Devem ser colocados na prateleira superior, devendo depois de abertas as embalagens, ser colocados em recipientes fechados ou envolvidos em folha de alumínio ou película transparente, de forma a evitar que percam qualidade devido ao contacto direto com o frio.

Laticínios – O leite depois de aberto, os queijos e os iogurtes devem ser mantidos nas prateleiras superiores do frigorífico, pois para além de ser uma das zonas mais frias do frigorífico,  necessitam de especial cuidado, pois são alimentos prontos a consumir.

Restos de refeições – Os alimentos cozinhados devem ser sempre guardados em recipientes próprios e devidamente vedados, devendo ser colocados nas prateleiras intermédias. Não deixe os restos dentro das panelas, colocando-as no frigorífico e tenha o cuidado de retirar o molho sempre que guardar carne cozinhada. Certifique-se que na prateleira onde coloca os restos não existem alimentos não cozinhados.

OvosMuitas são as dúvidas sobre se deverão ser mantidos no frigorífico, sendo que se recomenda que devem ser conservados a uma temperatura de cerca de 5ºC, em local limpo, seco e isento de cheiros, que não necessariamente o frigorífico. No entanto, se optar por os conservar no frigorífico, ao contrário do que é muitas vezes sugerido, não coloque os ovos na porta do frigorífico. Aqui eles sofrem variações de temperatura e trepidações que podem parti-los e estragá-los. É preferível mantê-los dentro de uma caixa ou em invólucros próprios que vêm com o seu aparelho e numa das prateleiras intermédias do frigorífico.

Carnes e peixes frescos ou em processo de descongelação – Estes alimentos devem ser colocados na prateleira inferior, imediatamente acima das gavetas. Sendo esta uma das zonas mais frias do frigorífico, uma vez que o ar quente tem tendência a subir, é aqui que devem ser mantidos os alimentos que se estragam mais facilmente. Estes alimentos são especialmente propensos a desenvolver bactérias, por isso, tenha-os sempre bem embalados, em cima de um prato ou dentro de uma bacia e nunca os coloque em contacto com alimentos já cozinhados ou que não serão sujeitos a processos de cozedura (como produtos de charcutaria/salsicharia, queijos, leite, …) ou poderá contaminar estes últimos. Colocando as carnes e peixes no fundo do frigorífico evita também que líquidos indesejados possam escorrer e sujar todas as prateleiras abaixo.

Legumes e frutas – Os legumes e frutas devem ficar nas gavetas que existem na zona inferior do frigorífico, pois estas promovem uma temperatura adequada para a preservação dos legumes e algum espaço para que estes não precisem de ficar fechados em caixas ou enrolados em papel aderente. Como são alimentos frescos, devem ficar devidamente separados dos restantes para que não exista contaminação, devendo também separar-se as frutas dos vegetais por gavetas.

Bebidas – Devem ser colocadas na porta do frigorífico que é o local menos arrefecido.

Molhos (como ketchup, mostarda), condimentos – Também devem ser colocados na porta do frigorífico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here